Transformando ações em resultado

By on 12/05/2014

O Coaching pode ajudá-lo a conquistar o que você quer considerando quem você é.

Um dos nossos maiores desafios pessoais e profissionais é conjugar nossos propósitos com o que consideramos ser o ideal para nossas vidas. Produzir mais e melhor, alinhando nossas expectativas e necessidades às demandas das pessoas com quem convivemos.

Na conquista dos nossos objetivos, antes de tudo, é fundamental identificar o que realmente nos motiva a seguir em frente e descobrir o que impacta nosso desempenho e compromete nossos resultados. O coaching, com seus recursos técnicos, através de um processo de investigação de conteúdos práticos e subjetivos oferece essa possibilidade. Todas as percepções e emoções do coachee são consideradas na identificação do potencial de realização e das limitações envolvidas.

Mapeadas as condições iniciais para desenvolvimento de um plano de ação mensurável e factível, coach e coachee trabalham juntos, através dos aspectos positivos do processo para que as habilidades demandadas possam ser desenvolvidas e o cliente consiga chegar onde quer, considerando quem ele é na condição de construir a sustentabilidade da sua trajetória profissional.

  • Qual a sua Missão? O propósito da vida que identifica fazer “o que” e “para quem”?
  • Qual a dimensão do seu sucesso? A percepção da medida da realidade que satisfaz
  • Qual a sua visão de futuro? A visualização do lugar onde se quer estar
  • O que o mobiliza na conquista dos seus objetivos? Achar um sentido que sustente as escolhas
  • Como o Coaching pode ajudar a conquistar o que você quer em linha com quem você é? Através de um processo de investigação que promova o autoconhecimento, a autogestão dos conteúdos subjetivos (sentimentos/emoções) e por consequência a automotivação que determina a disposição para construir os objetivos através das metas estratégicas e comportamentais. 

Coaching Lidera Programas de Desenvolvimento nas Melhores Great Place to Work® 2013

mulher empreendedoraSegundo pesquisa encomendada pela ICF – International Coaching Federation – e realizada pela PwC em 2012, há mais de 41 mil coaches espalhados pelo mundo – Estes profissionais movimentam em torno de US$ 2 bilhões por ano. Segundo a mesma pesquisa, na América do Norte, existem 40 coaches em atividade para cada milhão de habitantes. No Brasil o número cai para 4,4 coaches para cada milhão de habitantes.

João Augusto Figueiredo, presidente da ICF do Brasil, afirma que o coaching “preenche uma lacuna deixada pela educação executiva. As escolas de negócios não cuidam de competências emocionais e sociais”.

No Brasil o número de coaches atuantes cresceu mais de 300% nos últimos 4 anos. Saiu de 350 profissionais em 2009 para mais de 1.100 em 2012.

O Coaching é o programa mais utilizado para desenvolvimento de pessoas no Brasil. São mais de 88% das empresas premiadas no GPTW, que oferecem coaching a seus funcionários. As empresas também oferecem os seguintes programas: 57% delas MENTOR, 43% Universidade Interna e 27% liberam a verba para usar no programa de desenvolvimento que seus líderes quiserem.

As empresas premiadas GPTW – Brasil 2013 ganham no percentual das não premiadas no mesmo ano. Temos 88% das empresas premiadas oferecendo o programa de Coaching contra apenas 67% das empresas não premiadas.

Este investimento no desenvolvimento profissional dos colaboradores é percebido também na pesquisa com os funcionários. 81% deles confirmaram que as empresas nas quais trabalham oferecem os treinamentos necessários para o crescimento profissional. O número é 12% maior do que a percepção nas empresas não premiadas em 2013.

Empresas premiadas em 2013:

P&G – Empresa produtora de bens de consumo rápido. Premiada entre as empresas de Grande Porte da lista GPTW – Brasil 2013.

Temos grupos específicos de afinidades em que os funcionários podem fazer parte como “Coaching para Mulheres Líderes” em que as mulheres que ocupam cargos de lideranças podem debater sobre sua carreira e vida pessoal.

JW MARRIOT – Empresa do ramo hoteleiro. Premiada entre as empresas Multinacionais de Médio Porte da lista GPTW – Brasil 2013.

Coaching Positivo: Colaboradores que estejam apresentando bom desempenho ou que estejam superando as expectativas são reconhecidos com um formulário de coaching positivo, no qual seu gestor menciona as ações de sucesso desse colaborador e apresenta sugestões ou conselhos que podem deixar esse desempenho ainda melhor.

SABIN – Laboratório especializado em serviços de saúde. 4ª colocada entre as empresas de Grande Porte da lista GPTW – Brasil 2013.

Programa de coaching para colaboradores que tenham interesse em buscar apoio para o alcance determinada meta pessoal ou profissional que não esteja conseguindo alcançar sozinho. O programa abrange 100% dos que tiverem interesse e ocorre mediante solicitação, tendo preferência as lideranças de 1ª e 2ª linha. Todos os colaboradores podem fazer suas inscrições por meio da intranet. A partir do programa coaching, o RH apoia os colaboradores que visam alcançar determinado objetivo com relação ao desenvolvimento profissional.

CONSÓRCIO LUIZA – Empresa prestadora de serviços financeiros e investimentos. 7ª colocada entre as empresas Nacionais de Médio Porte da lista GPTW – Brasil 2013.

No final do ano de 2012, com o consultor que desde 2004 faz a consultoria de valores e trabalhos de desenvolvimento de liderança, o Consórcio Luiza realizou um trabalho intensificado de coaching com as lideranças da empresa. A proposta do trabalho aconteceu assim:

1. As lideranças escolheram pessoas da equipe e líderes para fazer a sua avaliação;
2. Esta avaliação é realiza através de site, diretamente da empresa de consultoria;
3. Após todos os dados colhidos, o consultor fez um trabalho direcionado e individual com cada líder;
4. Depois, cada líder teve o momento com a Diretoria

by Consultor da GPTW® Brasil, Bruno Mendonça

As experiências envolvendo o coaching crescem a cada dia. A matéria com o título “O tal do Coach”, publicada na Revista da TV, em 7 de março de 2010, já citava: “Vários atores costumam ouvir – e seguir à risca – os conselhos de um profissional cada vez mais presente nos bastidores: o coach”. Diz ainda: “O coach é o colorista que ajuda a dar cor ao personagem que o ator está criando”. E completa: “Nos Estados Unidos nenhum grande ator tem medo de assumir que conta com a ajuda de um coach. Mas aqui, a profissão ainda está germinando”. O coaching sugere uma relação comprometida com o cliente e com a conquista do resultado desejado com o desenvolvimento de novas competências e de um plano de mudança, não apenas considerando o resultado final, mas, privilegiando, principalmente, as condições gerais do cliente, conforme a premissa “o que eu busco em linha com quem eu sou.”

Waleska Farias – Gestão de Carreira e Imagem – http://waleskafarias.com.br

5.00 avg. rating (100% score) - 1 vote